Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found

Canto De Ossanha
Baden Powell & Vinícius De Moraes Lyrics


O canto da mais difícil
E mais misteriosa das deusas
Do candomblé baiano
Aquela que sabe tudo
Sobre as ervas
Sobre a alquimia do amor"

Deaaá! Deeerê! Deaaá!

O homem que diz "dou"
Não dá!
Porque quem dá mesmo
Não diz!
O homem que diz "vou"
Não vai!
Porque quando foi
Já não quis!
O homem que diz "sou"
Não é!
Porque quem é mesmo "é"
Não sou!
O homem que diz "tou"
Não tá
Porque ninguém tá
Quando quer
Coitado do homem que cai
No canto de Ossanha
Traidor!
Coitado do homem que vai
Atrás de mandinga de amor

Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!

Que eu não sou ninguém de ir
Em conversa de esquecer
A tristeza de um amor
Que passou
Não!
Eu só vou se for prá ver
Uma estrela aparecer
Na manhã de um novo amor

Amigo sinhô
Saravá
Xangô me mandou lhe dizer
Se é canto de Ossanha
Não vá!
Que muito vai se arrepender
Pergunte pr'o seu Orixá
O amor só é bom se doer
Pergunte pr'o seu Orixá
O amor só é bom se doer

Vai! Vai! Vai! Vai!
Amar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Sofrer!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Chorar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Dizer!

Que eu não sou ninguém de ir
Em conversa de esquecer
A tristeza de um amor
Que passou
Não!
Eu só vou se for prá ver
Uma estrela aparecer
Na manhã de um novo amor

Vai! Vai! Vai! Vai!
Amar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Sofrer!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Chorar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Dizer!

Vai! Vai! Vai! Vai!
Amar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Sofrer!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Chorar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Dizer!

Lyrics © Universal Music Publishing Group
Written by: VINICIUS DE MORAES, BADEN POWELL

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind
To comment on specific lyrics, highlight them
Most interesting comments from YouTube:

rafaelrp07

This song lyrics is about a man that is suffering from love and ask an Orixá to bring him a solution. Orixá is a term related to divinity of african religions. The lyrics goes like a man having a wise conversation while at first is thought he went to Orixá and was asking for 'Ossanha chant'.

Ossanha is a deity responsable to open any type of ritual, wich in this context meaning the man will ask for some kind of 'spell' to be with someone he loves. The lyrics goes on with the man explaining himself that he don't want to suffer from and old love and actually wanna find a new love to heal his feelings.

The deity then wisely explains that love always hurt. "Ask to you own Orixá, love is only good when it hurts."

The geniality of the song is that it's always a duality involved in the whole conversation. The deity knows the core of the problem or why that man was in touch with divinity in the first place. The assumption the deity does about what the man wants is wrong and he really wanna find a new love that doesn't hurt. Then, the deity correct and teach him about the meaning of love (wich contradictory it is something that hurts). There are more to say about meaning, structure, but is too dense to talk about in a comment.

*In african religions instead of praying to have an specific answer to your problem, you join a ritual where a spiritual leader in trance receieves a divinity. The way the words are said in a trance by someones that speaks for an Orixá differs from a normal, regular conversation and the lyrics are said in this odd way that gives a special caractheristic/ vibe to it. The whole song seems to be occuring in a ritual.



Osmar Borges Filho

O homem que diz "dou" não dá, porque quem dá mesmo não diz
O homem que diz "vou" não vai, porque quando foi já não quis
O homem que diz "sou" não é, porque quem é mesmo é "não sou"
O homem que diz "tô" não tá, porque ninguém tá quando quer
Coitado do homem que cai no canto de Ossanha, traidor
Coitado do homem que vai atrás de mandinga de amor

Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai, não vou

Que eu não sou ninguém de ir em conversa de esquecer
A tristeza de um amor que passou
Não, eu só vou se for pra ver uma estrela aparecer
Na manhã de um novo amor

Amigo senhor, saravá, Xangô me mandou lhe dizer
Se é canto de Ossanha, não vá, que muito vai se arrepender
Pergunte ao seu Orixá, o amor só é bom se doer
Pergunte ao seu Orixá o amor só é bom se doer

Vai, vai, vai, vai, amar
Vai, vai, vai, sofrer
Vai, vai, vai, vai, chorar
Vai, vai, vai, dizer

Que eu não sou ninguém de ir em conversa de esquecer
A tristeza de um amor que passou
Não, eu só vou se for pra ver uma estrela aparecer
Na manhã de um novo amor

Link: http://www.vagalume.com.br/daude/canto-de-ossanha.html#ixzz3vlmk1pIW



Histórias da Fronteira

O homem que diz dou não dá
Porque quem dá mesmo não diz
O homem que diz vou não vai
Porque quando foi já não quis

O homem que diz sou não é
Porque quem é mesmo é não sou
O homem que diz tô não tá
Porque ninguém tá quando quer

Coitado do homem que cai
No canto de Ossanha, traidor
Coitado do homem que vai
Atrás de mandinga de amor

Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai

Let go, let the world know you're alive
Let the world know you believe
Let the world know you have loved to give

Amigo sinhô, saravá
Xangô me mandou lhe dizer
Se é canto de Ossanha, não vá
Que muito vai se arrepender

Pergunte pro seu Orixá
O amor só é bom se doer
Pergunte pro seu Orixá
O amor só é bom se doer

Vai, vai, vai, vai, amar
Vai, vai, vai, sofrer
Vai, vai, vai, vai, chorar
Vai, vai, vai

Let go, let the world know you're alive
Let the world know you believe
Let the world know you have loved to give

Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai, não vou
Vai, vai, vai, vai, não vou



just, larissa

O homem que diz: Dou
Não dá!
Porque quem dá mesmo
Não diz!
O homem que diz: Vou
Não vai!
Porque quando foi
Já não quis!
O homem que diz sou
Não é!
Porque quem é mesmo é
Não sou!
O homem que diz: Tô
Não tá!
Porque ninguém tá
Quando quer

Coitado do homem que cai
No canto de Ossanha, traidor!
Coitado do homem que vai
Atrás de mandinga de amor

Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Não Vou!

Que eu não sou ninguém de ir
Em conversa de esquecer
A tristeza de um amor
Que passou

Não!
Eu só vou se for pra ver
Uma estrela aparecer
Na manhã de um novo amor

Amigo sinhô, Saravá
Xangô me mandou lhe dizer
Se é canto de Ossanha
Não vá!
Que muito vai se arrepender
Pergunte pro seu Orixá
O amor só é bom se doer
Pergunte pro seu Orixá
O amor só é bom se doer

Vai! Vai! Vai! Vai!
Amar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Sofrer!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Chorar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Dizer!

Eu não sou ninguém de ir
Em conversa de esquecer
A tristeza de um amor
Que passou

Não!
Eu só vou se for pra ver
Uma estrela aparecer
Na manhã de um novo amor

Vai! Vai! Vai! Vai!
Amar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Sofrer!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Chorar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Dizer!

Eu não sou ninguém de ir
Em conversa de esquecer
A tristeza de um amor
Que passou

Não!
Eu só vou se for pra ver
Uma estrela aparecer
Na manhã de um novo amor

Vai! Vai! Vai! Vai!
Amar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Sofrer!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Chorar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Dizer!

Vai! Vai! Vai! Vai!
Amar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Sofrer!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Chorar!
Vai! Vai! Vai! Vai!
Dizer!



All comments from YouTube:

Rosângela Queiroz

Cara, eu adoro ver essa galera jovem ouvindo essa música brasileira de primeira qualidade e comentando! Obrigada por postar!

kamp anders

Verdad em poesia e musica e eterna. Isso. Das ist so. È.

Alan Carlos

Eu amo mpb

Edson Leal

✌🏼

Claudio antonio pereira

@Cassius Dio Parabéns por ter chegado a entendimento. Ame muito as duas, com certeza procuraram fazer o melhor.

Abçs meu amado.

Claudio antonio pereira

O que justifica que beleza não tem idade.

15 More Replies...

Jon Arthun

I don't speak Portuguese, but this song slaps

rafaelrp07

This song lyrics is about a man that is suffering from love and ask an Orixá to bring him a solution. Orixá is a term related to divinity of african religions. The lyrics goes like a man having a wise conversation while at first is thought he went to Orixá and was asking for 'Ossanha chant'.

Ossanha is a deity responsable to open any type of ritual, wich in this context meaning the man will ask for some kind of 'spell' to be with someone he loves. The lyrics goes on with the man explaining himself that he don't want to suffer from and old love and actually wanna find a new love to heal his feelings.

The deity then wisely explains that love always hurt. "Ask to you own Orixá, love is only good when it hurts."

The geniality of the song is that it's always a duality involved in the whole conversation. The deity knows the core of the problem or why that man was in touch with divinity in the first place. The assumption the deity does about what the man wants is wrong and he really wanna find a new love that doesn't hurt. Then, the deity correct and teach him about the meaning of love (wich contradictory it is something that hurts). There are more to say about meaning, structure, but is too dense to talk about in a comment.

*In african religions instead of praying to have an specific answer to your problem, you join a ritual where a spiritual leader in trance receieves a divinity. The way the words are said in a trance by someones that speaks for an Orixá differs from a normal, regular conversation and the lyrics are said in this odd way that gives a special caractheristic/ vibe to it. The whole song seems to be occuring in a ritual.

Caroline SANS

je suis french, mon papa adorait la musique brésilienne, ce morceau pour moi est une oeuvre d'art

Gabriel Freire

Slap na tcheca

More Comments

More Videos