Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found

Aquele Abraço
Gilberto Gil Lyrics


O Rio de Janeiro continua lindo
O Rio de Janeiro continua sendo
O Rio de Janeiro, Fevereiro e Março
Alô, alô, Realengo
Aquele abraço!
Alô, torcida do Flamengo
Aquele abraço!
Chacrinha continua balançando a pança
E buzinando a moça e comandando a massa
E continua dando as ordens no terreiro
Alô, alô, seu Chacrinha, velho guerreiro
Alô, alô, Terezinha, Rio de Janeiro
Alô, alô, seu Chacrinha, velho palhaço
Alô, alô, Terezinha
Aquele abraço!
Alô, moça da favela
Aquele abraço!
Todo mundo da Portela
Aquele abraço!
Todo mês de fevereiro
Aquele passo!
Alô, Banda de Ipanema
Aquele abraço!
Meu caminho pelo mundo eu mesmo traço
A Bahia já me deu régua e compasso
Quem sabe de mim sou eu
Aquele abraço!
Pra você que meu esqueceu
Aquele abraço!
Alô, Rio de Janeiro
Aquele abraço!
Todo o povo brasileiro
Aquele abraço!

Lyrics © Tratore
Written by: GILBERTO GIL

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind
To comment on specific lyrics, highlight them
Comments from YouTube:

Maviael Silva

Essa versão ORIGINAL é simplesmente FANTÁSTICA.

Chocó valente

Vir buscar ela kkkkk

Carlos Eduardo Do Carmo

Ninguém conseguiu regravar essa música tão bem.

Natanael Guedes de Oliveira

Ninguém entendeu Aquele Abraço. Gil fora preso logo depois do festival da record, Solto, fez essa música para dizer aos milicos que "apesar de vocês" o rio de janeiro e o brasil, continuavam a existir.

Wallace Paiva

nada supera o original!
a primeira versão sempre foi a mais bonita

Wallace Paiva

@Heleno Rennó e sim... A de 1969 👏👏👍

Heleno Rennó

Wallace Paiva Acho que essa é a original!

Francis Guttenberg

"Muito mais vivo em minha memória está o momento em que Gil me mostrou "Aquele abraço", canção que ele cantaria pela primeira vez em público naquele show. Estávamos na sala da casinha da Pituba e o samba me fez chorar. O brilho e a fluência das frases, a evidência de que se tratava de uma canção popular de sucesso inevitável, o sentimento de amor e perdão impondo-se sobre a mágoa, e sobretudo o dirigir-se diretamente ao Rio de Janeiro, cidade que sinto tão intimamente minha por causa da estada de um ano entre os treze e os catorze - e tão minha em outro nível também, por ser, como diz João Gilberto, "a cidade dos brasileiros" -, tudo isso me abalava fortemente e eu soluçava de modo convulsivo. No show, a platéia também foi tomada pela música, e cantou-a com Gil como se já a conhecesse de muito tempo. O lugar onde a ironia se punha nessa canção - que parecia ser um canto de despedida do Brasil (representado pelo Rio, como é tradição) sem sombra de rancor - fazia a gente se sentir à altura das dificuldades que enfrentava. "Aquele abraço" era, nesse sentido, o oposto do meu estado de espírito, e eu entendia comovido, do fundo do poço da depressão,
que aquele era o único modo de assumir um tom de "bola pra frente" sem forçar nenhuma barra. Nunca esta canção deixará de ter, para mim, uma importância afetiva semelhante à de "Chega de saudade", à de La strada, à de Les mots."
- Caetano Veloso (Verdade Tropical)

Marcelo Moab Moab

Alô torcida do Flamengo, Aquele Abraço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

NoOne 00

N adianta a primeira versão é a melhor, música incrível da porra

More Comments

More Videos