Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Dança diferente
by Maglore

A gente tenta
E reinventa formas de pensar
Sempre se convencendo
Que viver é bom

Como um abraço com os olhos
Fácil de sacar
Como estranhos
Que viveram um grande amor

E aí vem a condição de pensar
Sempre no se fosse
Se antes não fosse
Se agora fosse
Mudaria alguma coisa no final?

A gente vai seguindo em frente
A gente ri de si pra não chorar
Como uma dança diferente
Enlouquecendo para se curar

A solidão e os fones das pessoas na estação
E um labirinto pra se livrar da dor
A força imensa dos que ainda podem
Se alegrar
Guiam de forma branda os seus corações

E aí vem a condição de pensar
Sempre no se fosse
Se antes não fosse
Se agora fosse
Mudaria alguma coisa no final?

A gente vai seguindo em frente
A gente ri de si pra não chorar
Como uma dança diferente
Enlouquecendo para se curar

A gente vai seguindo em frente
A gente ri de si pra não chorar
Como uma dança diferente
Se esbarrando até se encontrar

Contributed by Liliana H. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Comments from YouTube:

Matheus John

Que musica! Encontrei duas referencias nessa musica: Primeiramente a Filosofia existencialista de Sartre.... e depois Nietzsche.... ''A gente ri de si para não chorar''... '' E os que foram vistos dançando foram chamados de loucos, por aqueles que não podiam ouvir a musica''
Como não aplaudir uma puta obra de arte dessa!

Lucas Falcao

Cara, eu achei que esse filme tem um toque de Byunh Chun Han na Sociedade do Cansaço

GUIMEPLAYZ X

@Olívia Scarpari Toda a letra, como um todo. O fato de ele elaborar sequências de pensamentos existencialistas. ex: " A gente inventa e reinventa formas de pensar, sempre se convencendo que viver é bom''

Péricles Emanuel

you must be fun at parties

Matheus John

Ser é Escolher-se
Para a realidade humana, ser é escolher-se: nada lhe vem de fora, nem tão-pouco de dentro, que possa receber ou aceitar. Está inteiramente abandonada, sem auxílio de nenhuma espécie, à insustentável necessidade de se fazer ser até ao mais ínfimo pormenor. Assim, a liberdade não é um ser: é o ser do homem, quer dizer, o seu nada de ser. (...) O homem não pode ser ora livre, ora escravo; ele é inteiramente e sempre livre, ou não é.

Jean-Paul Sartre, in 'O Ser e o Nada'

Matheus John

Para Sartre somos senhores da nossa própria existência. Nossas escolhas de outrora ditam quem somos, essa capacidade de escolha faz surgir em nós aquilo que a musica relata " E aí vem a condição de pensar
Sempre no "se fosse", "Se antes não fosse", "se agora fosse" ...Mudaria alguma coisa no final?.... Para Sartre isso seria o que chamamos de ANGUSTIA, porque somos livres para escolher e essa liberdade de escolha significa que somos senhores do nosso próprio ser e então somos responsáveis por tudo o que deixamos passar e por tudo o que escolhemos viver...

1 More Replies...

Hermes Correia

que apartamento maravilhoso

Luciano Levi

@Phelipe Barboza É na praça Roosevelt em Sampa! Abraço!!!

Marcos Sergio Sousa

@Willian Cruz PÔ!!!! Ganhar na Mega e comprar um desse , kkkkkkkk

ROBERTO ANTÔNIO

Pensei a mesma coisa, o meu é mais apertado do que cu de galinha

More Comments

More Videos