Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Fado Laranjeira
by Alfredo Marceneiro

We have lyrics for these tracks by Alfredo Marceneiro:

A Casa Da Mariquinhas É numa rua bizarra A casa da Mariquinhas Tem na sala uma…
Amor De Mãe Há vários amores na vida Lindos como o amor perfeito Belos c…
Bairros de Lisboa Vamos ambos pela mão De duas rimas de Fado Aos Bairros com…
Cabelo Branco Cabelo branco é saudade Da mocidade perdida, Às vezes não é …
Há Festa Na Mouraria Desde manhã, os fadistas Jaquetão, calça esticada Se aprumam…
Lembro-Me de Ti Eu lembro-me de ti Chamavas-te Saudade Vivias num moinho …
Louco Quiseste que eu fosse louco P'ra que te amasse melhor Mas am…
Mocita Dos Caracóis Mocita dos caracóis Não me deixes minha querida Não ouves …
Moinho Desmantelado Moinho desmantelado Pelo tempo derruído Tu representas a dor…
O Amor É Água Que Corre Amor é água que corre Tudo passa, tudo morre Que me importa…
O Pagem Todas as noites um pagem Com voz linda maviosa Ia render hom…
Orfãzita Ficara triste a orfãzita Triste sete anos de vida Tão airo…
Rainha Santa Não sabes Tricana linda Porque chora quando canta O rouxinol…
Senhora do Monte Naquela casa de esquina Mora a Senhora do Monte, E a providê…
Sonho Dourado Eu tenho um sonho dourado Sonho que minha alma quer Que é…

The lyrics can frequently be found in the comments below, by filtering for lyric videos or browsing the comments in the different videos below.

Help us build the world's largest lyrics collection by contributing lyrics in the comments below.
Comments from YouTube:

Bento Jose

Há algumas letras semelhantes ?
Gosto do fado pois é melódico e sentimental!

Joaquim Garcia

Afinal a letra é de Júlio César Valente ou de Henrique Rêgo?

Fernando Gera

Esta música é lindíssima, seja com esta letra, como com o Bêbado Pintor.

vitor manuel tapadinhas Martins

SIMPLESMENTE MAGNIFICO ESTE SAUDOSO FADISTA...

Cedric Ribeiro De Abreu

Laranjeira Florida
Alfredo Marceneiro

Entenra laranjeira
Ainda pequenina
Onde poisava o melro
Ao declinar do dia
Depois de te beijar
A boca purpurina
Um nome ali gravei
O teu nome Maria

Em volta um coração
também com arte e geito
Ao circundar teu nome
A minha mão gravou
Esculpi-lhe uma data
E o trabalho feito
Como sêlo de amor
No tronco lá ficou

Mas no rugoso tronco
Eu vejo com saudade
O símbolo do amor
Que em tempos nos uníu
Cadeia de ilusões
Da nossa mocidade
Que o tempo enferrujou
E que depois partiu

E à linda laranjeira
Altar pregão d´amor
Que tem a cor da esperança
A cor das esmeraldas
Vão as noivas colher
As simbólicas flores
Para tecer num sonho
As virginais grinaldas

Fernando Gera

Cedric Ribeiro De Abreu Obrigado pela letra. Assim é possível acompanhar o vídeo num smartphone.

Muito útil.

More Videos