Antaeus, Victory: We need your help!

  • I can comment on it

  • I know the meaning

  • I can review it

  • I can translate it

Skip to video »
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Victory
by Antaeus

Eu não quero nada mais, só um lugar de paz pra nóiz
Bem longe dos nossos pais, onde a gente fique a sós
Com um violão e voz, te faço um luau canto um bob e um
Marvie gaye
Depois danço james brown
Deixo de ser loucão então
No passado eu não tinha muita vocação pros papos de
Coração

Vem como um flashback, até gostava dela
Mas gostava mais de bar, de rolê... de rap!
Esquece e segue em frente, o tempo já é outro
Eu também sou diferente, eu penso mais na gente
É quente e de repente a minha mente percebeu
Que você não é nada mal pra um maloqueiro que nem eu

Teu calor, esse sabor de quero mais alucina
Amor que me fascina, ensina, poder querer ter mais que
Prazer
E fazer da rotina mais que a presença divina
Ou o que ninguém imagina, e poder acontecer
O novo recomeço, reconheço
Não mereço quando te peço o apreço, confesso, vem me
Oferecer

Vou prometer carinho, um vinho, buquê
Uma 18k, me comportar, que é pra você entender
Contemplar uma vida inteira e mais nada
Dentro de cada minuto toda a nossa jornada
Meu coração, emoção que faz até batucada
No terreiro do meu ser, é onde fazes morada!
Refrão

O que você quer falar do meu defeito?
Já me conheceu desse jeito!
Mas independente é só você e eu
Você e eu

O que você quer falar do meu defeito?
Já me conheceu nesse jeito!
Mas daqui pra frente é só você e eu
Você e eu
Cê sabe que eu te quero, e sei que cê quer
Vamo pegar uma suite eu vou fazer o que você quiser
Esquecer do trampo, aí, desliga o celular
Então

Agora é só você e eu, deixa o apolo pra lá
Pede o champagne, liga a banheira, acende o green
Deita aqui, que eu vou te mostrar como eu tô afim
De te fazer mulher, eu sei que outras minas quer
Mas se eu tô com você é com você que eu vou tomar café
Da manhã
Ouvindo djavan, chocolate, avelã, suco de acerola com
Maçã
Mais os meninos tem escola, a gente tem que trabalhar
Eu levo eles, vou pro estúdio, e cê me ligar quando
Chegar lá

"assim vai ser melhor", esse papo eu já sei de cór
Mas mexe, mas dá um nó, e ninguém quer ficar só
E sem rancor, se é amor, só com a flor, só com a dor
Só que eu tô, só que eu vô, cê ligou e nem falou
É só se for agora, atende, não me ignora
Me chama pra ir embora, que eu vou aonde cê mora
Não importa a hora, os bicos sempre 'gora'
Um minuto a cada hora, que é mó casal da hora
Tipo fauna e a flora, na naturalidade
Amor é cumplicidade, respeito e amizade
Ela cheia de vontade, pergunta sem maldade
"eu preciso saber o que você quer de verdade"

Refrão

O que você quer falar do meu defeito?
Já me conheceu desse jeito!
Mas independente é só você e eu
Você e eu

O que você quer falar do meu defeito?
Já me conheceu nesse jeito!
Mas daqui pra frente é só você e eu
Você e eu

Contributed by Isabelle B. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them