Menina da Lapa
Asterisco Cardinal Bomba Caveira Lyrics


Nunca pensei ver-te no autocarro
Nunca pensei ver-te em mais nenhum lado
Lembrava-me de ti subindo aquela rua
Quando te vi passou a ser tua
Ias a andar bem devagarinho
Parecias dançar por todo o caminho
Os teus óculos de sol e as pernas finas
Mudaram para sempre a rua da estrina

E o teu jogo de cintura ai
O teu jogo de cintura oi
A resistência não é dura ai
Sabes que vou
Menina da Lapa
(Menina da Lapa)
É de amor que se trata
(É de amor que se trata)
Obediente eu sou
Para onde fores eu vou
Menina da Lapa
(Menina da Lapa)
É de amor que se trata
(É de amor que se trata)
Obediente eu sou
Para onde fores eu vou

De repente oiço o teu telefone
Tens o toque dos Beatles
Canta o Lennon
Combinas com uma amiga o Woody Allen ver
Já sei qual a sessão que eu não vou perder
Vais de pé ligeiramente encostado
É quando o autocarro para, entra a criançada
Levanto-me e dou-te o meu lugar
Todas as palavras estão a ga- gaguejar

E o teu jogo de cintura ai
O teu jogo de cintura oi
A resistência não é dura ai
Sabes que vou
Menina da Lapa
(Menina da Lapa)
É de amor que se trata
(É de amor que se trata)
Obediente eu sou
Para onde fores eu vou
Menina da Lapa
(Menina da Lapa)
É de amor que se trata
(É de amor que se trata)
Obediente eu sou
Para onde fores eu vou

Menina da Lapa
(Menina da Lapa)
É de amor que se trata
(É de amor que se trata)
Obediente eu sou
Para onde fores eu vou
Menina da Lapa
(Menina da Lapa)
É de amor que se trata
(É de amor que se trata)
Obediente eu sou
Para onde fores eu vou

Contributed by Alexander A. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found