Bezerra da Silva, Arruda de Guiné: We need your help!

  • I can comment on it

  • I know the meaning

  • I can review it

  • I can translate it

Skip to video »
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Arruda de Guiné
by Bezerra da Silva

No fundo do meu quintal nasceu... uma planta maneira
No fundo do meu quintal nasceu... uma planta maneira

Planta que foi consagrada por minha vó rezadeira
Vovó que veio de Angola, pensa e não fala besteira

Refrão:
Diz que a planta formosa é...arruda de guiné
Éééééééée arruda
I mas o nome da planta ela, éééééééé arruda de guiné
Éééééééé arruda

Antes da planta nascer, quase que vi o meu fim
Ela se dizia incorporada, com um tal de seu coisa
ruim

E depois pegava o meu prato de boia, jogava tudo
dentro do ralo
Quando eu reclamava ela dizia assim "quero muito
respeito com o meu cavalo"

REFRÃO

E no fundo do meu quintal nasceu... uma planta maneira
No fundo do meu quintal nasceu... uma planta maneira

Planta que foi consagrada por minha vó resadeira
Vovó que veio de Angola, pensa e não fala besteira

REFRÃO

Depois que planta nasceu, muita coisa aconteceu
O inferno pegou fogo até o capeta correu

E aquela criola que mandei pro inferno que o coisa
ruim logo me devolveu
quando deu de cara com o pé de arruda ela deu um
estouro e desapareceu.


REFRÃO

Contributed by Alaina G. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them

More Videos