Homenagem Ao Malandro
Chico Buarque Lyrics


Eu fui fazer um samba em homenagem
À nata da malandragem
Que conheço de outros carnavais

Eu fui à Lapa e perdi a viagem
Que aquela tal malandragem
Não existe mais

Agora já não é normal
O que dá de malandro regular, profissional
Malandro com aparato de malandro oficial
Malandro candidato a malandro federal
Malandro com retrato na coluna social
Malandro com contrato, com gravata e capital
Que nunca se dá mal

Mas o malandro pra valer
- não espalha
Aposentou a navalha
Tem mulher e filho e tralha e tal

Dizem as más línguas que ele até trabalha
Mora lá longe e chacoalha
Num trem da Central

Lyrics © OBO APRA/AMCOS

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Most interesting comment from YouTube:

Lady Rockoco

Malandro

Chico Buarque

Eu fui fazer um samba em homenagem
À nata da malandragem
Que conheço de outros carnavais
Eu fui à Lapa e perdi a viagem
Que aquela tal malandragem
Não existe mais

Agora já não é normal
O que dá de malandro regular, profissional
Malandro com aparato de malandro oficial
Malandro candidato a malandro federal
Malandro com retrato na coluna social
Malandro com contrato, com gravata e capital
Que nunca se dá mal

Mas o malandro pra valer
- Não espalha
Aposentou a navalha
Tem mulher e filho e tralha e tal
Dizem as más línguas que ele até trabalha
Mora lá longe e chacoalha
Num trem da Central

Agora já não é normal
O que dá de malandro regular, profissional
Malandro com aparato de malandro oficial
Malandro candidato a malandro federal
Malandro com retrato na coluna social
Malandro com contrato, com gravata e capital
Que nunca se dá mal

Mas o malandro pra valer
- Não espalha
Aposentou a navalha
Tem mulher e filho e tralha e tal
Dizem as más línguas que ele até trabalha
Mora lá longe e chacoalha
Num trem da Central



All comments from YouTube:

Lady Rockoco

Malandro

Chico Buarque

Eu fui fazer um samba em homenagem
À nata da malandragem
Que conheço de outros carnavais
Eu fui à Lapa e perdi a viagem
Que aquela tal malandragem
Não existe mais

Agora já não é normal
O que dá de malandro regular, profissional
Malandro com aparato de malandro oficial
Malandro candidato a malandro federal
Malandro com retrato na coluna social
Malandro com contrato, com gravata e capital
Que nunca se dá mal

Mas o malandro pra valer
- Não espalha
Aposentou a navalha
Tem mulher e filho e tralha e tal
Dizem as más línguas que ele até trabalha
Mora lá longe e chacoalha
Num trem da Central

Agora já não é normal
O que dá de malandro regular, profissional
Malandro com aparato de malandro oficial
Malandro candidato a malandro federal
Malandro com retrato na coluna social
Malandro com contrato, com gravata e capital
Que nunca se dá mal

Mas o malandro pra valer
- Não espalha
Aposentou a navalha
Tem mulher e filho e tralha e tal
Dizem as más línguas que ele até trabalha
Mora lá longe e chacoalha
Num trem da Central

Aline Silva

Um gênio de compositor, Chico Buarque tem a capacidade de dar o recado através das suas canções.

J LM

Eu nunca vi uma pessoa ficar cada vez mais velho e mais bonito, impressionante, com todo respeito a meu marido rsrsrsr...Chico ESPETACULAR...

pedro garcia

Essa música deve ter mais de quatro décadas e está mais atual do que nunca

Filipe lourenço

Ideologias à parte, respeito é a ordem.
Grande Chico!

Diego Sotelo

Mais atual agora em 2017 do que quando foi criada...
A música não é pra atacar um político específico, essa música fala da generalização da corrupção entre os poderosos na nossa sociedade.

Nelson Luiz Terrell Ferrari

@João Bosco da Silva Você tem toda a razão! O capitalismo é autofágico. É a arte de administrar crise após crise; o mister de roubar na mão de obra e explorar o próximo; o centro da apropriação indébita, que acontece com o petróleo, dominado por gente que não tem petróleo suficiente em seu país; a eterna ganância por mais e mais bens materiais sem levar em consideração as consequências que poderão advir; e, quando alguém representa um obstáculo para se atingir uma finalidade, entra em ação a famosa corrupção, onde ambas as partes são insanamente responsáveis por desastres. No sistema capitalista, tudo se resolve com o que mais interessa ao ser humano: o dinheiro! Se o próprio ser humano não destruir o planeta, a sociedade, a longo prazo, entrará num sistema sócio-econômico justo, que atenda a todos quanto às suas necessidades. Nós, infelizmente, não viveremos para ver esse tipo de sociedade, onde o bem estar coletivo está acima de qualquer individualismo!

João Bosco da Silva

@Nelson Luiz Terrell Ferrari : A corrupção é a ALMA e o CORAÇÃO do CAPITALISMO. Enquanto HOUVER capitalismo HAVERÁ CORRUPÇÃO.

Nelson Luiz Terrell Ferrari

Caro Diego, peço sua permissão para endossar cada palavra sua!

Don Vito

Também foi feita para exaltar a real malandragem, os verdadeiros malandros, que circulavam muito pela Lapa (RJ), reduto da antiga boemia carioca.

More Comments

More Videos