Minha Mae
Djavan Lyrics


O descampado se via
E eu de esperar
Tava morta
Com jeito de agonia
Eu me encostava na porta

A disfarçar a barriga
Dos risos da fantasia
Fingindo ter
Nos meus olhos
Um sol que nunca podia

Via passar procissões
E os velhos nos caramanchões
Ê, ê
Via passar esses dias
Como se fossem dobrados
Ardia em mim
Esse filho
Como se fosse pecado
Filho do pecado

Contributed by Kaitlyn T. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Comments from YouTube:

bicicleta flores aesthetic

O descampado se via
E eu de esperar
Tava morta
Com jeito de agonia
Eu me encostava na porta
A disfarçar a barriga
Dos risos da fantasia
Fingindo ter
Nos meus olhos
Um sol que nunca podia
Via passar procissões
E os velhos nos caramanchões
Ê, ê
Via passar esses dias
Como se fossem dobrados
Ardia em mim
Esse filho
Como se fosse pecado
Filho do pecado

Wandrey Telles de Castro

Essa música é linda! a voz de Djavan está impecável!

Leila Correia

Que lamento lindo!Voz incrivel do Djavan!

Alexia Sousa

Essa linha de baixo ❤❤❤❤

Fjorlane

Um lamento bem nordestino com o toque de Midas de Djavan. O final instrumental é lindo demais!

Dani Mariano

Linda história, compasso perfeito interpretação do mestre!
Muito bom!

Caio Moraes

Arranjo e regência de Dori Caymmi. e acordeon de Dominguinhos.

More Videos