Domingo de Pedra e Cal
Geraldo Azevedo Lyrics


Pisando na argamassa
Do que vai ser construído
Ao longo das avenidas
Olho passeio perdido
A golpes de pedra e cal
O horizonte ferido
A golpes de pedra e cal

Longe do mar vem São Paulo
Longe do mar minha dor
Se perto estou do meu peito
Muito mais do meu gemido
Do frio aqui contraído
Entre a cama e o cobertor

Estou distante dos olhos
Dos corações futuristas
Da quase total infância
Da mulata alegria
De todo cheiro da feira
Do coração de Luzia
Distante estou das ladeiras
Caminhar da colina

De todo cheiro da feira
Do coração de Luzia
Distante estou das ladeiras
Caminhar da colina

Pisando na argamassa
Do que vai ser construído
Ao longo das avenidas
Olho passeio perdido
A golpes de pedra e cal
O horizonte ferido
A golpes de pedra e cal

Writer(s): Carlos Fernando Silva Da, Geraldo Azevedo De Amorim

Contributed by Peyton A. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found