Ponto De Interrogação
Gonzaguinha Lyrics


Por acaso algum dia você se importou
Em saber se ela tinha vontade ou não
E se tinha e transou,você tem a certeza
de que foi uma coisa maior para dois
Você leu em seu rosto o gosto,o fogo,o gozo da
festa
E deixou que ela visse em você
Toda a dor do infinito pra zer
E se ela deseja e você não deseja
Você nega,alega cansaço ou vira de lado
Ou se deixa levar na rotina
tal qual um menino tão só no antigo banheiro
folheando as revistas,comendo a s figuras
as cores das fotos te dando a completa emoção
são pe rguntas tão tolas de uma pessoa
Não ligue,não ouça são pontos de interrogação
E depois desses anos no escuro do quarto
quem te diz que não é só o vicio da obrigação
pois com a outra você faz de tudo
lembrando daquela tão santa
que é dona do teu coração
Eu preciso é ter consciência
do que eu represento nesse exato momento
no exato instante na cama,na lama,na grama

Lyrics © BMG RIGHTS MANAGEMENT US, LLC
Written by: LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Most interesting comment from YouTube:

Bruno Santos

Por acaso algum dia você se importou
Em saber se ela tinha vontade ou não
E se tinha e transou,você tem a certeza
De que foi uma coisa maior para dois
Você leu em seu rosto o gosto,o fogo,o gozo da festa
E deixou que ela visse em você
Toda a dor do infinito prazer
E se ela deseja e você não deseja
Você nega,alega cansaço ou vira de lado
Ou se deixa levar na rotina
Tal qual um menino tão só no antigo banheiro
Folheando as revistas, comendo as figuras
As cores das fotos te dando a completa emoção
São perguntas tão tolas de uma pessoa
Não ligue, não ouça são pontos de interrogação
E depois desses anos no escuro do quarto
Quem te diz que não é só o vicio da obrigação
Pois com a outra você faz de tudo
Lembrando daquela tão santa
Que é dona do teu coração
Eu preciso é ter consciência
Do que eu represento nesse exato momento
No exato instante na cama,na lama,na grama
Em que eu tenho uma vida inteira nas mãos



All comments from YouTube:

Bruno Santos

Por acaso algum dia você se importou
Em saber se ela tinha vontade ou não
E se tinha e transou,você tem a certeza
De que foi uma coisa maior para dois
Você leu em seu rosto o gosto,o fogo,o gozo da festa
E deixou que ela visse em você
Toda a dor do infinito prazer
E se ela deseja e você não deseja
Você nega,alega cansaço ou vira de lado
Ou se deixa levar na rotina
Tal qual um menino tão só no antigo banheiro
Folheando as revistas, comendo as figuras
As cores das fotos te dando a completa emoção
São perguntas tão tolas de uma pessoa
Não ligue, não ouça são pontos de interrogação
E depois desses anos no escuro do quarto
Quem te diz que não é só o vicio da obrigação
Pois com a outra você faz de tudo
Lembrando daquela tão santa
Que é dona do teu coração
Eu preciso é ter consciência
Do que eu represento nesse exato momento
No exato instante na cama,na lama,na grama
Em que eu tenho uma vida inteira nas mãos

adriana jaeger

Obrigada Bruno, adoro quando vocês fazem isso! Valeu

Elizabeth Ferreira

Ponto de interrogação é espetacular como todas feitas e interpretadas pelo Gonzaguinha ,amor eterno.

Sérgio 74

resumiu a alma masculina em poucas palavras.

Oscar Netto

De fato. Praticamente todo homem vai se identificar com essa letra, mesmo daqui a 10 mil anos

Edjane Barbosa

🤣🤣

O DEZEMBRISTA

Kkkkk

Elizabeth Ferreira

Eis à questão esse homem era absolutamente incrível e essa é mais uma obra prima.

Emanuel Leite

Ainda muito homem bom é genial por aí!

Caio Campos

"Eu preciso é ter consciência Do que eu represento nesse exato momento No exato instante na cama,na lama,na grama Em que eu tenho uma vida inteira nas mãos..."

More Comments

More Videos