Cuca Maluca
Martinho Da Vila Lyrics


Quando
Minha cuca maluca computa você
É um tal do meu peito doer
É um tal do meu peito doer
É que nele mora um coração
Que já sofreu por amor
E tem medo da solidão
Entre quatro paredes
Com portas e janelas fechadas na escuridão
Eu apanhei da saudade
Fiquei com trauma da minha emoção
É um tal do meu peito doer
É um tal do meu peito doer
Até provar que sapo não é jacaré
Vou ser escravo dessa mulher
É um tal do meu peito doer
É um tal do meu peito doer

Contributed by Oliver O. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Comments from YouTube:

Canal PAVULAGEM

Da logo vontade de assar um churrasco e tomar um cerveja

AL Ramos

Com certeza! Kkkkk

Fernando Hugo Maia

Pura Verdade.

viva larevolucion

Canal PAVULAGEM kkkkk

Marjorie vieira vidal

Canal PAVULAGEM É verdade da logo vontade de tomar uma

Felipe Cursine

Bons tempos. Em 2019 queimando uma carne, tomando uma e ouvindo esse álbum

Manoel Henrique

Ouvindo em 2018!!! Vamos de Martinho da Vila!!!

Israel Freitas

Grande Martinho da Vila o melhor do Samba. O cara canta com uma simplicidade um gênio.

Eric fiftyone S.S

essa música marcou minha infância

Cicero Dynory

tem cantores de pagode muito no Brasil, mas esse cara é o cara!

More Comments

More Videos