Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found

Pelo Telefone
Martinho Da Vila Lyrics


We have lyrics for 'Pelo Telefone' by these artists:

Karametade Pelo telefone não amor Eu quero ver olhos nos olhos Você m…
Mallu Magalhães Você me ouviu chorar pelo telefone Sabe que eu não ando…

We have lyrics for these tracks by Martinho Da Vila:

A Felicidade Tristeza não tem fim Felicidade sim A felicidade é como a g…
Agradeço à Vida (Gracias a la Vida) Vou viver a vida Sempre amando tanto Com esses dois olhos Qu…
Aquarela brasileira Vejam essa maravilha de cenário É um episódio relicário Que …
Batuca No Chao Batuca no chão sem pena Batuca no chão sem dó Batuca no…
Boa Noite - Carnaval de ilusões - Caramba Boa noite, Vila Isabel Quero brincar o carnaval Na terra de …
Brasil Mulato Pretinha, procure um branco Porque é hora de completa integ…
Calango Longo Calango longo No calango tem branquinha Se meu pai foi calan…
Canta Canta Minha Gente Canta Canta, minha Gente Deixa a tristeza pra lá Canta forte…
Canta Canta, Minha Gente Canta, canta minha gente Deixa a tristeza pra lá Canta forte…
Casa de Bamba Na minha casa Todo mundo é bamba Todo mundo bebe Todo mundo …
Claustrofobia Ah! Meu samba Se tu és nosso é nosso o samba Se…
Coisa de Pele Podemos sorrir, nada mais nos impede Não dá pra fugir dessa…
Coisa louca Que coisa louca... que coisa louca Que coisa louca... que co…
Cuca Maluca Quando Minha cuca maluca computa você É um tal do meu peito…
Dente por dente mas juro pela nossa amizade, pelo criador minha força em seu…
Devagar Devagarinho Й devagar Й devagar Й devagar й devagar devagarinho Й devaga…
Devagar, Devagarinho É devagar! É devagar! É devagar é devagar Devagarinho...(4x)…
Disritmia Eu quero me esconder debaixo Dessa sua saia prá fugir do…
Disrtimia Eu quero me esconder debaixo Dessa sua saia prá fugir do…
Escuta Cavaquinho! Escuta, cavaquinho as minhas preces Senão o tempo passa e a…
Fazendo A Cabeca Ei! tô querendo fazer Tua cabeça Mas, tem que ser através Do…
Feitico Da Vila Quem nasce lá na Vila Nem sequer vacila Em abraçar o samba Q…
Festa De Umbanda O sino da igrejinha Faz belém blem blam O sino da igrejinha …
Jaguatirica Chegou Desvirginando a minha mente E em mim se faz presente …
João e José Ô João, ô João Seu chará batizou Cristo Cristo batizou João …
Madalena do Jucu Madalena, Madalena Voc…
Malandrinha A lua vem surgindo cor de prata No alto da montanha…
Martinho da Vila - Quando essa onda passar Quando Essa Onda Passar Vou te levar nas favelas Para que ve…
Martinho da Vila - Sob a luz do candeeiro Eu vou-me embora Mas vou muito invocado Sinto vou ter que de…
Martinho da Vila - Tempero do prazer Tempera neguinha, tempera Tempera pra eu me fartar Tá ficand…
Meu Laiá-Raiá Você é meu povo, você é meu samba Você é a…
Meu Off Rio Nos arredores, Cantagalo, Teresópolis Nova Friburgo e Bom J…
Mulheres Já tive mulheres de todas as cores De várias idades de…
Namoradeira Quando entrei na roda A baiana olhou para mim Ô baiana, ô…
Não tenha medo, amigo Não tenha medo amigo Não tenha medo É Como falou o poetinha …
O Pequeno Burguês Felicidade, passei no vestibular Mas a faculdade é particula…
Pagode Da Saideira Eu não vou tomar mais saideira Segunda-feira Tenho que ir tr…
Patrão Prenda Seu Gado Ô patrão Ô patrão Ô patrão, prenda seu gado Na lavra tem …
Pra Que Dinheiro Dinheiro pra que dinheiro Se ela não me dá bola Em casa…
Quando Essa Onda Passar Quando Essa Onda Passar Vou te levar nas favelas Para que ve…
Quatro séculos de modas e costumes A Vila desce colorida Para mostrar no carnaval Quatro século…
Quem é do mar não enjoa Quem é do mar não enjoa, não enjoa Chuva fininha é…
Rabo De Cometa Oh! que bonito Pintando no céu do Brasil Me conduzindo a olh…
Renascer das cinzas Vamos renascer das cinzas Plantar de novo o arvoredo Bom cal…
Samba do Trabalhador Na segunda-feira eu não vou trabalhar É, é, é a Na terça-fei…
Sob a Luz do Candeeiro Eu vou-me embora Mas vou muito invocado Sinto vou ter que de…
Tá Delícia, Tá Gostosó Assim como adolescente O cupido me pegou Me apaixonei por se…
Tempero do Prazer Tempera neguinha, tempera Tempera pra eu me fartar Tá ficand…
Tribo dos carajás Tribo dos carajás Noite de lua cheia Aruanã! Menina moça é q…
Viajando Viajando Em grandes alturas Uma nuvem Traz você a mim Chega…
Visgo De Jaca Já caçou bem-te-vi Insitiu no sofrê É o diabo Gaiolou curió …
Ya Ya do Cais Dourado No cais dourado da velha Bahia Onde estava o Capoeira A yayá…

The lyrics can frequently be found in the comments below, by filtering for lyric videos or browsing the comments in the different videos below.
Most interesting comments from YouTube:

Juares de Marcos Jardim

PELO TELEFONE - Composição de Ernesto Joaquim Maria dos Santos, mais conhecido como Donga, e do jornalista Mauro de Almeida. <<Criada em novembro de 1916, foi gravada em janeiro de 1917>>
A LETRA ORIGINAL começa assim:
<<O chefe da folia
Pelo telefone manda me avisar
Que com alegria
Não se questione para se brincar>>

A VERSÃO MAIS REGRAVADA É DIFERENTE:
"O Chefe da Polícia / Pelo telefone/ Manda me avisar/ Que na Carioca / Tem uma roleta/ Para se jogar"

(A seguir tudo original)

Ai, ai, ai
É deixar mágoas pra trás, ó rapaz
Ai, ai, ai
Fica triste se és capaz e verás

Tomara que tu apanhe
Pra não tornar fazer isso
Tirar amores dos outros
Depois fazer teu feitiço

Ai, se a rolinha, sinhô, sinhô
Se embaraçou, sinhô, sinhô
É que a avezinha, sinhô, sinhô
Nunca sambou, sinhô, sinhô
Porque este samba, sinhô, sinhô
De arrepiar, sinhô, sinhô
Põe perna bamba, sinhô, sinhô
Mas faz gozar, sinhô, sinhô

O peru me disse
Se o morcego visse
Não fazer tolice
Que eu então saísse
Dessa esquisitice
De disse-não-disse

Ah! ah! ah!
Aí está o canto ideal, triunfal
Ai, ai, ai
Viva o nosso carnaval sem rival

Se quem tira o amor dos outros
Por deus fosse castigado
O mundo estava vazio
E o inferno habitado

Queres ou não, sinhô, sinhô
Vir pro cordão, sinhô, sinhô
É ser folião, sinhô, sinhô
De coração, sinhô, sinhô
Porque este samba, sinhô, sinhô
De arrepiar, sinhô, sinhô
Põe perna bamba, sinhô, sinhô
Mas faz gozar, sinhô, sinhô

Quem for bom de gosto
Mostre-se disposto
Não procure encosto
Tenha o riso posto
Faça alegre o rosto
Nada de desgosto

Ai, ai, ai
Dança o samba
Com calor, meu amor
Ai, ai, ai
Pois quem dança
Não tem dor nem calor...



tramoyistajp

O Chefe da polícia
Pelo telefone manda me avisar
Que na carioca tem uma roleta para se jogar

O Chefe da polícia
Pelo telefone manda me avisar
Que na carioca tem uma roleta para se jogar

Ai, ai, ai
Deixe as mágoas pra trás, ó rapaz
Ai, ai, ai
Fica triste se és capaz e verás
Ai, ai, ai
Deixe as mágoas pra trás, ó rapaz
Ai, ai, ai
Fica triste se és capaz e verás


Tomara que tu apanhes
Pra nunca mais fazer isso
Roubar amores dos outros
E depois fazer feitiço

Olha a rolinha, Sinhô, Sinhô
Se embaraçou, Sinhô, Sinhô
Caiu no lago, Sinhô, Sinhô
Do nosso amor, Sinhô, Sinhô
Porque este samba, Sinhô, Sinhô
É de arrepiar, Sinhô, Sinhô
Põe perna bamba, Sinhô, Sinhô
Mas faz gozar, Sinhô, Sinhô

O ?Peru? me disse
Se o ?Morcego? visse
Não fazer tolice
Que eu então saísse
Dessa esquisitice
Do disse-me-disse

Mas o ?Peru? me disse
Se o ?Morcego? visse
Não fazer tolice
Que eu então saísse
Dessa esquisitice
Do disse-me-disse


Ai, ai, ai
Deixe as mágoas pra trás, ó rapaz
Ai, ai, ai
Fica triste se és capaz e verás
Ai, ai, ai
Deixe as mágoas pra trás, ó rapaz
Ai, ai, ai
Fica triste se és capaz e verás

Queres ou não, Sinhô, Sinhô
Vir pro cordão, Sinhô, Sinhô
Ser folião, Sinhô, Sinhô
De coração, Sinhô, Sinhô
Porque este samba, Sinhô, Sinhô
É de arrepiar, Sinhô, Sinhô
Põe perna bamba, Sinhô, Sinhô
Mas faz gozar, Sinhô, Sinhô



Juares de Marcos Jardim

PELO TELEFONE - Composição de Ernesto dos Santos, mais conhecido como Donga, e do jornalista Mauro de Almeida. <<Criada em novembro de 1916, foi gravada em janeiro de 1917>>
A LETRA ORIGINAL começa assim:
<<O chefe da folia
Pelo telefone manda me avisar
Que com alegria
Não se questione para se brincar>>

A VERSÃO MAIS REGRAVADA É DIFERENTE:
"O Chefe da Polícia / Pelo telefone/ Manda me avisar/ Que na Carioca / Tem uma roleta/ Para se jogar"



Octavio Ventero Mendes

https://www.letras.com/donga/1120957/

O chefe da folia
Pelo telefone manda me avisar
Que com alegria
Não se questione para se brincar

Ai, ai, ai
É deixar mágoas pra trás, ó rapaz
Ai, ai, ai
Fica triste se és capaz e verás

Tomara que tu apanhe
Pra não tornar fazer isso
Tirar amores dos outros
Depois fazer teu feitiço

Ai, se a rolinha, sinhô, sinhô
Se embaraçou, sinhô, sinhô
É que a avezinha, sinhô, sinhô
Nunca sambou, sinhô, sinhô
Porque este samba, sinhô, sinhô
De arrepiar, sinhô, sinhô
Põe perna bamba, sinhô, sinhô
Mas faz gozar, sinhô, sinhô

O peru me disse
Se o morcego visse
Não fazer tolice
Que eu então saísse
Dessa esquisitice
De disse-não-disse

Ah! ah! ah!
Aí está o canto ideal, triunfal
Ai, ai, ai
Viva o nosso carnaval sem rival

Se quem tira o amor dos outros
Por deus fosse castigado
O mundo estava vazio
E o inferno habitado

Queres ou não, sinhô, sinhô
Vir pro cordão, sinhô, sinhô
É ser folião, sinhô, sinhô
De coração, sinhô, sinhô
Porque este samba, sinhô, sinhô
De arrepiar, sinhô, sinhô
Põe perna bamba, sinhô, sinhô
Mas faz gozar, sinhô, sinhô

Quem for bom de gosto
Mostre-se disposto
Não procure encosto
Tenha o riso posto
Faça alegre o rosto
Nada de desgosto

Ai, ai, ai
Dança o samba
Com calor, meu amor
Ai, ai, ai
Pois quem dança
Não tem dor nem calor



All comments from YouTube:

Everton de Oliveira

Parabéns ao SAMBA mais antigo, são 100 anos hoje, parabéns!

Erik free fire

😊👼👂💑👪

Erik free fire

101919191

José Martins

A letra não era esta.

Emanuel Junior

Do tempo que o Martinho da Vila ainda terminava as frases 😂

Contasecundaria

Kkkkkkkk

ksilveira

hahahahahahahaha verdade!

Juares de Marcos Jardim

PELO TELEFONE - Composição de Ernesto Joaquim Maria dos Santos, mais conhecido como Donga, e do jornalista Mauro de Almeida. <<Criada em novembro de 1916, foi gravada em janeiro de 1917>>
A LETRA ORIGINAL começa assim:
<<O chefe da folia
Pelo telefone manda me avisar
Que com alegria
Não se questione para se brincar>>

A VERSÃO MAIS REGRAVADA É DIFERENTE:
"O Chefe da Polícia / Pelo telefone/ Manda me avisar/ Que na Carioca / Tem uma roleta/ Para se jogar"

(A seguir tudo original)

Ai, ai, ai
É deixar mágoas pra trás, ó rapaz
Ai, ai, ai
Fica triste se és capaz e verás

Tomara que tu apanhe
Pra não tornar fazer isso
Tirar amores dos outros
Depois fazer teu feitiço

Ai, se a rolinha, sinhô, sinhô
Se embaraçou, sinhô, sinhô
É que a avezinha, sinhô, sinhô
Nunca sambou, sinhô, sinhô
Porque este samba, sinhô, sinhô
De arrepiar, sinhô, sinhô
Põe perna bamba, sinhô, sinhô
Mas faz gozar, sinhô, sinhô

O peru me disse
Se o morcego visse
Não fazer tolice
Que eu então saísse
Dessa esquisitice
De disse-não-disse

Ah! ah! ah!
Aí está o canto ideal, triunfal
Ai, ai, ai
Viva o nosso carnaval sem rival

Se quem tira o amor dos outros
Por deus fosse castigado
O mundo estava vazio
E o inferno habitado

Queres ou não, sinhô, sinhô
Vir pro cordão, sinhô, sinhô
É ser folião, sinhô, sinhô
De coração, sinhô, sinhô
Porque este samba, sinhô, sinhô
De arrepiar, sinhô, sinhô
Põe perna bamba, sinhô, sinhô
Mas faz gozar, sinhô, sinhô

Quem for bom de gosto
Mostre-se disposto
Não procure encosto
Tenha o riso posto
Faça alegre o rosto
Nada de desgosto

Ai, ai, ai
Dança o samba
Com calor, meu amor
Ai, ai, ai
Pois quem dança
Não tem dor nem calor...

José Martins Raposo

O Samba fez 100 anos! Música bonita com um ritmo tipicamente africano que os brasileiros transformaram numa canção nacional.

Rodrigo Soares

Este foi o primeiro samba gravado em. 1917. E ainda se mantem prazeroso de ouvir.

More Comments

More Videos