Ao Que Vai Nascer
Milton Nascimento Lyrics


Memória de tanta espera
Teu corpo crescendo, salta do chão
E eu já vejo meu corpo descer
Um dia te encontro no meio
Da sala ou da rua
Não sei o que vou contar

Respostas virão do tempo
Um rosto claro e sereno me diz
E eu caminho com pedras na mão
Na franja dos dias esqueço o que é velho
O que é manco
E é como te encontrar
Corro a te encontrar

Um espelho feria meu olho e na beira da tarde
Uma moça me vê
Queria falar de uma terra com praias no norte
E vinhos no sul
A praia era suja e o vinho vermelho
Vermelho, secou
Acabo a festa, guardo a voz e o violão
Ou saio por aí
Raspando as cores que o mofo aparecer

Responde por mim o corpo
De rugas que um dia a dor indicou
E eu caminho com pedras na mão
Na franja dos dias esqueço o que é velho
O que é manco
E é como te encontrar
Corro a te encontrar

Contributed by Michael L. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Comments from YouTube:

Stênio Santos

Muito grato por todo esse álbum
Paz !

rx Queen

can somebody translate this b e a u t i f u l song?

rx Queen

@Eli Jardel thanks !!! incredible

drummess

@Eli Jardel thank you <3 <3

Eli Jardel

(In portuguese)
Ao que vai nascer

Memória de tanta espera
Teu corpo crescendo salta do chão
E eu já vejo meu corpo descer
Um dia te encontro no meio da sala ou da rua
Não sei o que vou contar

Respostas virão do tempo
Um rosto claro e sereno me diz
E eu caminho com pedras na mão
Na franja dos dias esqueço o que é velho
O que é manco, e a como te encontrar
Corro a te encontrar

Um espelho feria meu olho e na beira da tarde
Uma moça me vê
Queria falar de uma terra com praias no norte
E vinhos no sul
A praia era suja e o vinho vermelho
Vermelho, secou
Acabo a festa, guardo a voz e o violão
Ou saio por aí
Raspando as cores para o mofo aparecer

Responde por mim o corpo, ah
De rugas que um dia a dor indicou
E eu caminho com pedras na mão
Na franja dos dias esqueço o que é velho
E o que é manco, e a como te encontrar
Corro a te encontrar

(Translation)
To the one who will be born

Memory of so much waiting
Your body growing bounces off the ground
And I already see my body descending
One day I'll meet you in the middle of the living room or the street
I don't know what I'm going to tell

Answers will come from time
A clear and serene face says to me
And I walk with stones in my hand
In the early days I forget what is old
What's lame and how to find you
I run to find you

A mirror hurt my eye and in the sunset
A girl sees me
I wanted to talk about a land with beaches in the north
And wines in the south
The beach was dirty and the wine was red
Red, and dried up
I finish the party, I keep the voice and the guitar
Or go out there
Scraping the colors to the mold appear

Answer by me the body
From wrinkles that one day the pain indicated
And I walk with stones in my hand
In the early days I forget what is old
And what is lame, and how to find you
I run to find you

More Videos