Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found

Coisas Do Mundo Minha Nega
Paulinho da Viola Lyrics


We have lyrics for 'Coisas Do Mundo Minha Nega' by these artists:

Teresa Cristina & Grupo Semente Hoje eu vim minha nega Como venho quando posso Na boca as…

We have lyrics for these tracks by Paulinho da Viola:

A Gente Esquece A gente esquece um samba E faz um outro samba A gente…
Acontece Esquece o nosso amor, vê se esquece. Porque tudo no mundo…
Amor Proibido Sabes que vou partir Com os olhos rasos d'água E o coraç�£o…
Argumento Tá legal Eu aceito o argumento Mas não me altere o samba…
Batuqueiro Abre a roda moçada que o samba é pesado, Sim…
Bêbadosamba/Coleção de Passarinhos/O Que Será de Mim/Pam-Pam-Pam/A Fonte Secou/A Primeira Vez/Sei Qu jangan jangan kau simpan cinta mu di balik awan yang…
Carinhoso Meu coração, não sei por que Bate feliz quando te vê E…
Cenarios União de Jacarepágua É uma agremiação que saúda de coração I…
Cidade Submersa Ergo em silêncio, como um pirata perdido, Minha negra bande…
Comprimido Deixou a marca dos dentes Dela no braço Pra depois mostra…
Coração Imprudente O quê que pode fazer Um coração machucado Senão cair no ch…
Coração Leviano Trama em segredo teus planos Parte sem dizer adeus Nem lembr…
Dança da Solidão Solidão é lava que cobre tudo Amargura em minha boca Sorri s…
Doce Veneno Quanta dor Tao infeliz eu sou Por que razão voce vive…
Dona Santina e seu Antenor Anteontem uma feijoada e me convidou Em homenagem À volta …
Duas Horas Da Manhã Duas horas da manhã, Contrariado espero pelo meu amor Vo…
E a vida continua e a vida continua, e a vida continua... esse é um dito…
Encontro Guardei o teu olhar,mas teu nome eu não sabia E a…
Eu Canto Samba Eu canto samba Por que sou assim eu me sinto contente Eu…
Falso Moralista Você condena o que a moçada anda fazendo e não aceita…
Filosofia do Samba Pra cantar samba Não preciso de razão Pois a razão Está s…
Foi um rio que passou Se um dia Meu coração for consultado Para saber se andou e…
Foi um Rio Que Passou Em Minha Vida Laiá laiá Laiá laiá Laiá laiá Laiá laiá Se um dia Se um di…
Guardei Minha Viola Minha viola vai pro fundo do baú Não haverá mais ilusão Qu…
Ironia Jogam pra mim Um sorriso de ironia Sabem que a minha alegr…
Jurar Com Lágrimas Jurar com lágrimas Que me ama Não adianta nada Eu não vou…
Maria Sambamba As vezes eu quero brigar com ela Só pra sair na…
Meu Carnaval Muita gente na folia Cantando sem perceber Que eu buscava …
Meu Mundo É Hoje Eu sou assim Quem quiser gostar de mim, eu sou assim Eu…
Minha Vez de Sorrir Se eu voltar aos teus braços Vou repetir meus fracassos Tu…
Miudinho Ô devagar miudinho, devagarinho Ô devagar miudinho, devagari…
Moema Morenou Moema morenou A água do mar quem molhou O Sol da Bahia…
Nada De Novo Papéis sem conta Sobre a minha mesa O vento espalha as cin…
Não Leve A Mal Seu diretor de bateria Aquilo que eu disser não leve a…
Não quero mais amar a ninguÉm Não quero mais amar a ninguém Não fui feliz, o destino…
Nas Ondas da Noite Acende uma chama É o som de um samba Que chega nas…
Nega Luzia Lá vem a nega Luzia No meio da cavalaria Vai correr lista…
Nervos Ae Aço Você sabe o que é ter um amor, meu senhor Ter…
No Pagode do Vavá Domingo, lá na casa do Vavá Teve um tremendo pagode Que vo…
Num samba curto Meu samba andou parado Até você aparecer Mudando tudo Lançan…
O Meu Pecado Meu pecado foi querer na minha mocidade Amar tantas mulhere…
O Tímido E A Manequim Se ela passar por mim olhando assim Não sei se vou…
Onde a Dor Não Tem Razão Canto Pra dizer que no meu coração Já não mais se agitam…
Orgulho Você passa dissipada Na fumaça de seu orgulho E os dias…
Papelão Veja que papel você está fazendo Pouco a pouco nossa amizad…
Para um amor no Recife A razão porque mando um sorriso E não corro É que andei…
Para Ver As Meninas Silencio, por favor Enquanto esqueço um pouco A dor do pei…
Passado De Glória Portela, eu às vezes meditando, quase acabo até chorando Qu…
Pecado Capital Dinheiro na mão é vendaval É vendaval Na vida de um sonhad…
Perder e Ganhar Perdi mas uma vez Agora quero prosseguir em paz Tanto que …
Perdoa Meu bem, perdoa Perdoa meu coração pecador Você sabe que j…
Pra Que Mentir Pra que mentir Se tu ainda não tens Esse dom de saber…
Pressentimento Nosso amor não dura nada Mas há de dar um poema Que…
Roendo as unhas Meu samba não se importa que eu esteja numa De andar…
Ruas que Sonhei O sol que bate na calçada nesta tarde Não trouxe o…
Samba do Amor Quanto me andei Talvez pra encontrar Pedaços de mim pelo mun…
Sem Ela Eu Não Vou Hoje tem samba no morro Só eu é que não posso…
Sentimentos Sentimentos em meu peito eu tenho demais A alegria que eu…
Sinal Fechado – Olá! Como vai? – Eu vou indo. E você, tudo…
Sonho de um carnaval Carnaval, desengano Deixei a dor em casa me esperando E…
Timoneiro Não sou eu quem me navega Quem me navega é o…
Tudo Se Transformou Ah, meu samba Tudo se transformou Nem as cordas Do meu p…
Vai Amigo Vai amigo E diga-me por favor Que não sei o que faço…
Vinhos finos... Cristais Vinhos finos cristais Talvez uma valsa Adoecendo entre os …

The lyrics can frequently be found in the comments below or by filtering for lyric videos.
Most interesting comment from YouTube:

Raul Macêdo

Hoje eu vim minha nega
Como venho quando posso
Na boca as mesmas palavras
No peito o mesmo remorso
Nas mãos a mesma viola onde eu gravei o teu nome (bis)
Venho do samba há tempo, nega
Venho parando por ai
Primeiro achei zé fuleiro que me falou de doença
Que a sorte nunca lhe chega
Que está sem amor e sem dinheiro
Perguntou se não dispunha de algum que pudesse dar
Puxei então da viola
Cantei um samba pra ele
Foi um samba sincopado
Que zombou de seu azar

Hoje eu vim, minha nega
Andar contigo no espaço
Tentar fazer em teus braços um samba puro de amor
Sem melodia ou palavra pra não perder o valor (bis)

Depois encontrei seu bento, nega
Que bebeu a noite inteira
Estirou-se na calçada
Sem ter vontade qualquer
Esqueceu do compromisso que assumiu com a mulher
Não chegar de madrugada
E não beber mais cachaça
Ela fez até promessa
Pagou e se arrependeu
Cantei um samba pra ele que sorriu e adormeceu

Hoje eu vim, minha nega
Querendo aquele sorriso
Que tu entregas pro céu
Quando eu te aperto em meus braços
Guarda bem minha viola, meu amor e meu cansaço (bis)

Por fim achei um corpo, nega
Iluminado ao redor
Disseram que foi bobagem
Um queria ser melhor
Não foi amor nem dinheiro a causa da discussão
Foi apenas um pandeiro
Que depois ficou no chão
Não tirei minha viola
Parei, olhei, fui-me embora
Ninguem compreenderia um samba naquela hora

Hoje eu vim, minha nega
Sem saber nada da vida
Querendo aprender contigo a forma de se viver
As coisas estão no mundo só que eu preciso aprender



All comments from YouTube:

Luciano Pereira

"as coisas estão no mundo só que eu preciso aprender" o fenomenológico Paulinho da Viola.

Raul Macêdo

Hoje eu vim minha nega
Como venho quando posso
Na boca as mesmas palavras
No peito o mesmo remorso
Nas mãos a mesma viola onde eu gravei o teu nome (bis)
Venho do samba há tempo, nega
Venho parando por ai
Primeiro achei zé fuleiro que me falou de doença
Que a sorte nunca lhe chega
Que está sem amor e sem dinheiro
Perguntou se não dispunha de algum que pudesse dar
Puxei então da viola
Cantei um samba pra ele
Foi um samba sincopado
Que zombou de seu azar

Hoje eu vim, minha nega
Andar contigo no espaço
Tentar fazer em teus braços um samba puro de amor
Sem melodia ou palavra pra não perder o valor (bis)

Depois encontrei seu bento, nega
Que bebeu a noite inteira
Estirou-se na calçada
Sem ter vontade qualquer
Esqueceu do compromisso que assumiu com a mulher
Não chegar de madrugada
E não beber mais cachaça
Ela fez até promessa
Pagou e se arrependeu
Cantei um samba pra ele que sorriu e adormeceu

Hoje eu vim, minha nega
Querendo aquele sorriso
Que tu entregas pro céu
Quando eu te aperto em meus braços
Guarda bem minha viola, meu amor e meu cansaço (bis)

Por fim achei um corpo, nega
Iluminado ao redor
Disseram que foi bobagem
Um queria ser melhor
Não foi amor nem dinheiro a causa da discussão
Foi apenas um pandeiro
Que depois ficou no chão
Não tirei minha viola
Parei, olhei, fui-me embora
Ninguem compreenderia um samba naquela hora

Hoje eu vim, minha nega
Sem saber nada da vida
Querendo aprender contigo a forma de se viver
As coisas estão no mundo só que eu preciso aprender

Francisco Marcos

São 2 sambas dos + significativos da extensa obra desse grande artista, exímio compositor, excelente instrumentista e, pq ñ dizer, um cantor de voz mto boa, porque ñ dizer ótima! Duas músicas
q têm as letras bem colocadas: "14 anos" e "Coisas do Mundo, Minha Nega".

Mari Marques

Paulinho, voz aveludada, afinado, Um dos melhores cantores do Brasil. Amoo.

Luiz

Que letra! a letra é uma delicadeza de poesia.

Lorena Leandra

Caramba, minha geração precisa saber apreciar essas maravilhas! Isso que é música

Nogueira Editorial

Tive a chance de ver um show deste monstro! Fazia anos que ele não se apresentava ao vivo. Este é grande! Viva o samba!

Carlos Felipe Pinto

O melhor cantor e compositor do Brasil! O mais elegante!
Paulinho pega as coisas simples da vida e transforma nessas obras de arte!

Lúcia Sant'Ana

Dá poeticidade ao cotidiano, reunindo o que mais amo, samba e poesia, além do ser humano elegante.

Vinicius Pereira dos Reis Siqueira

Genialidade brasileira! Viva o mestre Paulinho da Viola !!!

More Comments

More Videos