Ruas que Sonhei
Paulinho da Viola Lyrics


O sol que bate na calçada nesta tarde
Não trouxe o dia que anseia meu olhar
E leva embora o consolo dos olhares
Das morenas
Bem no tempo de sorrir e namorar
Toda beleza que havia nesta rua
Há pouco tempo deu um vento e carregou
E muita gente se vestindo de alegria
Vai fingindo todo dia
Que a tristeza já passou

Amor, repare o tempo
Enquanto eu faço um samba triste pra cantar
Te mostro a vida pra mudar o teu sorriso
Te dou meu samba com vontade de chorar
Amor, felicidade
É o segredo que outro dia te contei
O sol que morre nos cabelos das morenas
Um dia nasce sobre as ruas que sonhei

Contributed by Alyssa H. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Comments from YouTube:

Choro e Poesia

Reparem na afinação quase inacreditável da Amélia Rabello...

Sandrovisks Beverllyders

Fato. Maravilhosa!!!

Aline Pessoa

Ela tem a voz das cantoras do rádio dos anos 50. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻
E Paulinho maravilhoso!

Italo Henrique

Poesia cantada lindo de mais

C Web

O maior sambista do Brasil!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Francisco Marcos

É das mais antigas mas e das mais bonitas e mto simples! Puro Paulinho!

Gustavo Ferreira

Gostaria de um dia compor um samba.
É tão bonito!

EDINALDO ABREU DA COSTA

A versão de Roberto Riberti é da hora!!!

Rosa dos Ventos

Pode crer, na porra da Europa você não vai achar nenhum Paulinho da Viola.

Ricardo Henrique

Que maravilha!!

More Comments

More Videos