Meu Pai Oxala'
Toquinho Lyrics


Atotobaluaiê! Atotobabá!
Atotobaluaiê! Atotobabá!

Vim das águas de Oxalá
Essa mágoa que me dá
Ela parecia o dia
A romper da escuridão
Linda no seu manto
Todo branco
Em meio à procissão
E eu, que ela nem via
Ao Deus pedia
Amor e proteção...

Meu Pai Oxalá é o rei
Venha me valer
Meu Pai Oxalá é o rei
Venha me valer
E o velho Omulu
Atotobaluaiê
E o velho Omulu
Atotobaluaiê...(2x)

Que vontade de chorar
No terreiro de Oxalá
Quando eu dei
Com a minha ingrata
Que era filha de Yansã
Com a sua espada cor de prata
Em meio à multidão
Cercando Xangô num balanceio
Cheio de paixão...

Meu Pai Oxalá é o rei
Venha me valer
Meu Pai Oxalá é o rei
Venha me valer
E o velho Omulu
Atotobaluaiê
E o velho Omulu
Atotobaluaiê...(2x)

Atotobaluaiê! Atotobabá!
Atotobaluaiê! Atotobabá!
Atotobaluaiê! Atotobabá!

Contributed by Alex S. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Most interesting comments from YouTube:

algerie

Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá
Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá
Vem das águas de Oxalá
Essa mágoa que me dá
Ela parecia o dia
A romper da escuridão
Linda no seu manto
Todo branco
Em meio à procissão
E eu
Que ela nem via
Ao Deus pedia amor
E proteção:
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
Que vontade de chorar
No terreiro de Oxalá
Quando eu dei
Com a minha ingrata
Que era filha de Iansã
Com a sua espada
Cor-de-prata
Em meio à multidão
Cercando Xangô
Num balanceio
Cheio de paixão:
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá
Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá



Joao Arminio

Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá
Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá
Vem das águas de Oxalá
Essa mágoa que me dá
Ela parecia o dia
A romper da escuridão
Linda no seu manto
Todo branco
Em meio à procissão
E eu
Que ela nem via
Ao Deus pedia amor
E proteção:
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
Que vontade de chorar
No terreiro de Oxalá
Quando eu dei
Com a minha ingrata
Que era filha de Iansã
Com a sua espada
Cor-de-prata
Em meio à multidão
Cercando Xangô
Num balanceio
Cheio de paixão:
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
Meu pai Oxalá
É o rei
Venha me valer
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
O velho Omulu
Atotô, Obaluaiê
Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá
Atotô, Obaluaiê
Atotô, babá



All comments from YouTube:

Marcelo Chagas

Me criticaram por curtir,cantar e tocar imensamente essa canção,simplesmente por eu ser católico e o porque canto se refere a umbanda!!!É móle?Sou músico e não moralista!!😝

edu vieira

Eu nasci em 69 e sempre amei essa canção ...mimha família toda católica assistia ao Bem Amado e n nos condenávamos

Elisomar Santos Soares

Mentiroso

Edgar Malveiro

Eu sou ateu e adoro esta música... Não tenho quaisquer amarras religiosas que condicionem de alguma forma os meus gostos e quereres.

Fabio Miranda

E se soubesse como é linda a nossa Umbanda!

Norma Vasconcelos

Adoro essa canção...linda...

14 More Replies...

Carlos de Lima

A fase umbamdista de Vinicius é a melhor de todas !

Marco Aurelio

Dá para sentir o cuidado e o capricho com que essa música foi feita. Vinícius escolhia as palavras com a perfeição de ourives lapidando um diamante...

Rodrigo Oliveira

@Letícia Monteiro é um ponto de umbanda, macumba é um instrumento musical parecido com um atabaque.

Zezinho Moraes

Então,´só que naquele tempo eu não entendia as palavras , nem aqueles nomes , isso eu estranhava um pouco ..

More Comments

More Videos