O Caderno
Toquinho Lyrics


Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco até o be-a-bá.
Em todos os desenhos coloridos vou estar:
A casa, a montanha, duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel.

Sou eu que vou ser seu colega,
Seus problemas ajudar a resolver.
Te acompanhar nas provas bimestrais, você vai ver.
Serei de você confidente fiel,
Se seu pranto molhar meu papel.

Sou eu que vou ser seu amigo,
Vou lhe dar abrigo, se você quiser.
Quando surgirem seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel.

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado, se lhe dá prazer.
A vida segue sempre em frente, o que se há de fazer.
Só peço a você um favor, se puder:
Não me esqueça num canto qualquer.

Lyrics © O/B/O APRA/AMCOS

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Most interesting comment from YouTube:

Bia Portela

Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco até o bê-a-bá
Em todos os desenhos
Coloridos vou estar
A casa, a montanha, duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel

Sou eu que vou ser seu colega
Seus problemas ajudar a resolver
Te acompanhar nas provas bimestrais
Você vai ver
Serei de você confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel

Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
Quando surgirem seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel

O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer

Só peço a você um favor
Se puder
Não me esqueça num canto qualquer



All comments from YouTube:

Tiago Camilo

Alguém chorando... digo.... alguém ouvindo em 2021???

MateuzXplayer BR FOX

Eu

Rute Soares

Eu 2021

Twoメグミム

20/04 kkk e NN TO CHORANDO

Mamá BR

2021 ainda chorando

Kelly Santos

Essa música me dói mtt

406 More Replies...

Evald Negrom

Essa música faz lembrar quando, na casa de um amigo, aqui em Brasília, nos anos 80, achamos o diário de uma prima dele que morreu muito cedo, ela morava com eles, a contragosto da família já que a casa era pequena, porque a mãe dela era viúva e problemática, morava no interior de Santa Catarina. Não lembro bem de quê ela morreu. Ela deveria ter uns 15 anos e era muito bonita, discreta, com poucos amigos e parecia gostar muito da vida.. parecia se verdade ser madura, ser uma menina a frente do seu tempo. Quando nós encontramos o diário, eu lembro que eu tinha 15 anos e ela tinha ido já fazia uns 6 meses... Na época nem ligamos, mas é incrível como lembro com nitidez algumas coisas que ela escreveu ali... Com o tempo, virou meio que um a compulsão minha ver aquele diário toda vez que ia na casa dele, o que eu tinha que fazer disfarçadamente porque nem pegava bem... Lembro das casquinhas de balinha coladas, de uma embalagem de sonho de valsa, de um dia de junho marcado como "dia maravilhoso".. lembro da transcrição da música do Blitz "A dois passo do paraíso".. Quando encontrei esse meu amigo, por acaso em um bar, tomamos umas cervejas, e criei coragem de falar sobre ela.. ele parecia se lembrar pouco, nem ligar muito, falou que a mãe dela morreu em 2010, e os irmãos mais novos dela (que ela sequer conheceu) estariam pelo mundo., e voltou a falar no BMW usado que ele comprou e na festa de casamento dele (sim, ele é meio chato)... Conclui que eu sou a única pessoa do mundo que ainda lembra dela, que ela existiu, que foi feliz, que sonhou, que viveu um dia "maravilhoso", que no fundo, mesmo sem tê-la conhecido, sente saudades dela... Minha lembrança é o que ainda resta dela nesse mundo de onde ela partiu tão jovem..

Kelly Santos

To chorando mt,pela história e por saber q é oq um dia vai acontecer cmg!

Gessiani Souza

Linda história que pena meus pêsames 😭😢😢😢😢😥😭😭😭😭

Karlos Victor

Que sensação boa e ao mesmo tempo triste

More Comments

More Videos