Samba em Preludio
Vinicius Toquinho Creuza Lyrics


Eu sem você
Não tenho porque
Porque sem você
Não sei nem chorar
Sou chama sem luz
Jardim sem luar
Luar sem amor
Amor sem se dar
Eu sem você
Sou só desamor
Um barco sem mar
Um campo sem flor
Tristeza que vai
Tristeza que vem
Sem você meu amor
Eu não sou ninguém.

Ai, que saudade
Que vontade de ver renascer
Nossa vida
Volta, querida
Os meus braços precisam dos seus
Seus abraços precisam dos meus
Estou tão sozinho
Tenhos os olhos cansados de olhar
Para o além
Vem ver a vida
Sem você meu amor
Eu não sou ninguém

Lyrics © Universal Music Publishing Group
Written by: Baden Powell, Vinicius De Moraes

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Most interesting comments from YouTube:

Manoel Grandson

Without you, I don't have why
Because, without you, I don't even know to cry
I'm flame with no light, a garden with no moonlight
Moonlight with no love, and love without to give
Without you, I'm just unlove
A boat with no sea, a field with no flower
Sadness that go away, sadness that come back
Without you, oh my love, I'm nobody
Oh, I miss you so much, what a will to see the rebirth of our life
Come back, darling
My arms needs of yours
Your hugs needs of mine
I'm so much alone
My eyes are tired of to look to the beyond
Come to look the life
Without you, oh my love, I'm nobody



flora vinitzky

Samba in Prelude
Me without you, there's no reason
Because without you i can't even cry
I'm flame without light, garden without moonlight
Moonlight without love, love that's not given

And i'm without you only lovelessness
Boat without sea, field without flower
Sadness that goes, sadness that comes
Without you, my love, I'm nobody

Ah, how i miss you
How i wish to see reborn our Life
Come back, darling
My arms need yours
Your arms need mine

I'm so lonely
I have eyes tireds of looking nowhere*
Come see life
Without you, my love, i'm nobody
Without you, my love, i'm nobody.



Paula Priscila

Samba Em Prelúdio
Vinicius de Moraes

Eu sem você não tenho porque
porque sem você não sei nem chorar
Sou chama sem luz
jardim sem luar
luar sem amor
amor sem se dar
E eu sem você
sou só desamor
um barco sem mar
um campo sem flor
Tristeza que vai
tristeza que vem
Sem você meu amor eu não sou
ninguém
Ah que saudade
que vontade de ver renascer
nossa vida
Volta querido
os meus braços precisam dos teus
Teus abraços precisam dos meus
Estou tão sozinha
tenho os olhos cansados de olhar
para o além
Vem ver a vida
Sem você meu amor eu não sou
ninguém

Composição: Baden Powell / Vinícius de Moraes



All comments from YouTube:

Thiago Barcellos

A história dessa música é genial, e é contada pelo próprio Baden ao diretor de televisão, produtor e jornalista Fernando Faro. Segundo Baden, eis que este chega à casa de Vinícius, no Rio, com um 'samba novo'. Isso era por volta das 22 horas. Começaram, como de praxe, tomar um insuspeito uisquinho. Engatam o papo regado a cigarros e doses de Vat 69. Lá pelas 4 da matina, Baden na viração da terceira para a quarta garrafa indaga ao poeta: "E a letra do samba, Vinícius? Como é? Sai?". Vinícius se esquiva, e diz que o que ele tem pra dizer sobre a melodia do parceiro é meio desagradável, e quer deixar pro outro dia. Baden insiste muito até que Vinícius desabafa: "Sabe o que é? Me parece que essa música é plágio." Baden quase tem uma síncope, acusa Vinícius de ter bebido demais, e diz que isso é impossível, e que a música foi feita entre um dia e outro. Vinícius insiste de que aquilo é "Chopin puro". Baden rebate dizendo que conhece todos os prelúdios de Chopin, e que o que ele compôs não tem nada a ver, nem de longe, com Chopin. O poetinha tem a "brilhante ideia" de acordar a mulher Lucinha (Maria Lúcia Proença) pra pedir a sua opinião, já que esta, segundo ele, toca bem piano e que o seu predileto é o próprio Chopin. Eram 6 da manhã quando Vinícius acorda a esposa, ela se senta na sala, dá bom dia pra ambos, e escuta a melodia no violão de Baden por duas vezes e sentencia: "Isso não é Chopin". E Vinícius diz: "Então Chopin se esqueceu de fazer essa!". Vininha senta-se na máquina de escrever, e faz a letra "Samba em Prelúdio".

anacleto sarcazzo

@Daniel Delduque obrigado!

Daniel Delduque

@anacleto sarcazzo Histórias de canções: Vinícius de Moraes. Wagner Homem é Bruno de La Rosa

anacleto sarcazzo

@Daniel Delduque como se chama o livro? quero intentar aprender tu idioma... :D

Daniel Delduque

Tem um livro q conta essa história e varias outras das musicas do vinicius

Luis Fernando Silva Ferreira

Show

49 More Replies...

Regina Borges

Amo Vinícius de Moraes... Me tornei professora de Língua Portuguesa por causa dos poemas desse gênio...

Nikkolai Hel

@Samira _ ponto para vc! ;-)

Samira _

@Nikkolai Hel Pronto, apaguei. Melhorou? Espero que sim :)

Nikkolai Hel

@Samira _ preposição sobrando... Assim como o sujeito da música.

More Comments

More Videos