Veja
Elba Ramalho Lyrics


Jump to: Overall Meaning ↴  Line by Line Meaning ↴

Veja você, arco-íris já mudou de cor
E uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão na boca
Veja meu bem, gasolina vai subir de preço
Eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim ou é o fim...
Eu vou partir
Pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim
Essas feridas da vida, Margarida




Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar de mim

Overall Meaning

In Elba Ramalho's song "Veja," the lyrics speak to the uncertainty and turmoil that the singer is experiencing in their life. The opening line describes how even the previously reliable and predictable rainbow has changed colors, indicating that the world is no longer as stable and orderly as it once was. Similarly, a rose that never bloomed suggests that the singer's hopes and dreams are not being realized.


The singer then turns their focus to their relationship with someone named Margarida, expressing dissatisfaction with the other person's taste in their mouth, possibly due to their actions or words. They also mention the rising price of gasoline, which could be a financial strain that adds to their stress. The line "Ou é o começo do fim ou é o fim" ("Either it's the beginning of the end, or it's the end") further emphasizes the singer's sense of unease and anxiety.


The final lines of the song reveal the singer's intention to leave and find a new life in a city that promises both security and adventure. They mention "Margarida" again, expressing the hope that their new experiences will make them more desirable in her eyes. The repeated line "Essas feridas da vida, amarga vida" ("These wounds of life, bitter life") acknowledges the difficulties and suffering that the singer has experienced, but suggests that they are determined to move forward and build a better future.


Overall, "Veja" is a poignant and introspective song that explores themes of uncertainty, disillusionment, and hope for the future.


Line by Line Meaning

Veja você, arco-íris já mudou de cor
Look, even the rainbow has lost its vibrancy and colorfulness


E uma rosa nunca mais desabrochou
And a rose has never bloomed again


E eu não quero ver você Com esse gosto de sabão na boca
And I don't want to see you with a bitter taste in your mouth, caused by something unpleasant


Veja meu bem, gasolina vai subir de preço
Look my dear, gas prices are going to rise


Eu não quero nunca mais seu endereço Ou é o começo do fim ou é o fim...
I don't want your address anymore, it's either the beginning of the end or the end itself


Eu vou partir Pra cidade garantida, proibida Arranjar meio de vida, Margarida
I'm going to leave, to a guaranteed, but forbidden city, to make a living, Margarida


Pra você gostar de mim Essas feridas da vida, Margarida Essas feridas da vida, amarga vida
So that you can like me, despite the hardships of life, Margarida, this bitter life




Writer(s): Vital Farias Copyright: Warner/Chappell Edicoes Musicais Ltda

Contributed by Gavin O. Suggest a correction in the comments below.
To comment on or correct specific content, highlight it

Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Most interesting comments from YouTube:

@ppmbbarbosa

Veja você, arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão na boca
Arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Eu não quero ver

Veja, meu bem, gasolina vai subir de preço
Eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim ou é o fim

Eu vou partir pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida, Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar de mim

Veja você, arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão na boca
Arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Eu não quero ver

Veja, meu bem, gasolina vai subir de preço
Eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim ou é o fim

Eu vou partir pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar de mim



@mcfranzoo

Veja você, arco-íris já mudou de cor
E uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão na boca

Arco-íris já mudou de cor
E uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Eu não quero ver

Veja meu bem, Gasolina vai subir de preço
E eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim ou é o fim

Eu vou partir
Pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida, Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar

Veja você, arco-íris já mudou de cor
E uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão na boca

Arco-íris já mudou de cor
E uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Eu não quero ver

Veja meu bem, Gasolina vai subir de preço
E eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim ou é o fim
Eu vou partir
Pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida, Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar
Pra você gostar de mim



All comments from YouTube:

@ppmbbarbosa

Veja você, arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão na boca
Arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Eu não quero ver

Veja, meu bem, gasolina vai subir de preço
Eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim ou é o fim

Eu vou partir pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida, Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar de mim

Veja você, arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão na boca
Arco-íris já mudou de cor
Uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Eu não quero ver

Veja, meu bem, gasolina vai subir de preço
Eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim ou é o fim

Eu vou partir pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar de mim

@jovematalaya1093

Paula Priscila Vc tem bom gosto menina .

@VanessaSilva-sq1vi

Amo esta música!!!!!!

@AndersonLima-rf2yo

Paula Priscila Como você é linda😍 "Quem não ama o sorriso feminino, desconhece a poesia de Cervantes". (Zé Ramalho)

@didaoliveira3338

Que letra linda Paula 👏👏👏👏👏

@cr4zyb4t

Eu cantei esse poema pra meus dois filhos no berço. Um está com 10 anos e a outra com 14 e ainda hoje me emociono. O sangue nordestino ferve até agora.

@carolmorilhe

as músicas tocadas no 'o grande encontro' são uma das mais lindas que tem nesse país.💛!!! amo

@joaoguilherme4378

Vc tem toda razão

@marceladumont5257

Meu avô me chamava de margarida, sempre que ouço essa música me dá uma saudade. Mas é como diz a música "essas feridas da vida Margarida..."

@isabelledelimagabriel7060

Meu avô também

More Comments

More Versions