Lisboa de Paixões
Cristina Branco Lyrics


Lisboa
Terra de todos e ninguйm.
A que Deus deu o encanto.
A ti, cidade ninguйm
Nua de mim em pranto
Йs luz divina de sol
E triste...
Tгo triste de vento.

Mas й assim Lisboa, doнda de choro
Que encaminho a alma do meu fado
Em direcзгo aos becos do teu corpo.

Nгo йs minha, nгo, Lisboa
Йs de Deus e Alйm,
Do mar e Universo.

Lisboa.
Jб te escreveram de paixхes
Corpos ardendo... por ti!
E eu que jб te cantei em versos sonhados!

Mas й assim Lisboa......

Contributed by Landon K. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Comments from YouTube:

Paulo dos Anjos

Eita, saudade né, Fernando?! Apareça, meu irmão. Portugal continua lhe aguardando de braços abertos...e nós também.

More Videos