Deolinda, Contado Ninguém Acredita: We need your help!

  • I can comment on it

  • I know the meaning

  • I can review it

  • I can translate it

Skip to video »
Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Contado Ninguém Acredita
by Deolinda

Ai, contado ninguém acredita,
Quando eu vou na procissão,
Não há moça mais bonita.

Ai, contado ninguém acredita,
Vão os santos pelo chão
E eu no andor da santinha.

Que é milagre, diz quem sabe,
Eu não sei!
Mas até a virgem mãe
Me gabou a casaquinha.

Que é milagre, diz quem sabe,
Eu não sei!
De tão bela até ganhei
Um altar na capelinha.

Oh, mas ainda não sou deus
Para reinar aos olhos teus
Que veneram o divino.
E eu tão bela e imaculada!
Só não sou idolatrada
Por quem eu mais admiro.

Ai, contado ninguém acredita,
Quando eu vou na procissão,
Até o menino assobia.

Ai, contado ninguém acredita,
Os homens em multidão
Fazem a mim romaria

Que é milagre, diz quem sabe,
Eu não sei!
Se é das unhas que pintei,
Se é da luz que me alumia.

Que é milagre, diz quem sabe,
Eu não sei!
Todos dizem que o meu bem
Lhes dá mais sentido à vida

Oh, mas ainda não sou deus
Para reinar aos olhos teus
Que veneram o divino.
E eu tão bela e imaculada!
Só não sou idolatrada
Por quem eu mais admiro.

Oh, mas ainda não sou deus
Para reinar aos olhos teus
Que veneram o divino.
E eu tão bela e imaculada!
Só não sou idolatrada
Por quem eu mais admiro.

Contributed by Olivia R. Suggest a correction in the comments below.
To comment on specific lyrics, highlight them