Genre not found
Artist not found
Album not found
Song not found
Ainda Bem
by Vanessa da Mata

Ainda bem,
Que você vive comigo
Por que senão,
Como seria essa vida:
Sei lá, sei lá.

Nos dias frios,
Em que nós estamos juntos
Nos abraçamos,
Sobre o nosso conforto
De amar, de amar.

Se há dores, tudo fica mais fácil,
Seu rosto silencia e faz parar.
As flores que me mandam são fato,
O nosso cuidado e entrega.
Meus beijos sem os seus não dariam
Os dias chegariam sem paixão.
Meu corpo sem o seu, uma parte
Seria um acaso e não sorte.

Ainda bem,
Que você vive comigo
Por que se não,
Como seria essa vida:
Sei lá, sei lá!

Se há dores, tudo fica mais fácil,
Seu rosto silencia e faz parar.
As flores que me mandam são fato,
O nosso cuidado e entrega.
Meus beijos sem os seus não dariam
Os dias chegariam sem paixão.
Meu corpo sem o seu, uma parte
Seria um acaso e não sorte.

Entre tantos outros,
Entre tantos séculos,
Que sorte a nossa, em...
Entre tantas paixões,
Nosso encontro, nós dois,
Esse amor.

Entre tantos outros.
Entre tantos séculos,
Que sorte a nossa, em...
Entre tantas paixões,
Esse encontro, nós dois,
Esse amor.

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc., Universal Music Publishing Group
Written by: VANESSA SIGIANE DA MATA FERREIRA, ARNOLPHO LIMA FILHO

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

More Videos